29 de mai de 2010

Atrações musicais estão garantidas no 8º Salipi

Conheça os músicos que se apresentarão no Salipi 2010.


Incentivando a leitura, arte e cultura do Piauí, a 8ª edição do Salão do Livro do Piauí – Salipi, que acontece no período de 31 de maio a 6 de junho, vai promover atrações musicais, com o show da cantora piauiense Patrícia Mellodi, no palco do Theatro 4 de Setembro às 22h na abertura do evento, e com a participação dos cantores Renato Piau e Luiz Melodia.
O evento terá uma extensa programação com palestras diversificadas, exposições e lançamentos de livros, revistas, apresentações musicais, exibição de filmes e atividades dedicadas às crianças e será realizado no Complexo Cultural da Praça Pedro II, que compreende a Praça Pedro II, Theatro 4 de Setembro, Clube dos Diários e Central de Artesanato Mestre Dezinho, como no ano passado.

Professor Cineas Santos à esquerda e professor Luiz Romero no microfone: dois dos quatro criadores do Salão do Livro do Piauí. Fonte: ASCOM SALIPI
Segundo o professor Luiz Romero, presidente da Fundação Quixote, organizador do evento, o Salão é multicultural e tem o objetivo de mudança de mentalidades. “Não há maior satisfação do que preparar esse evento desde 2003 onde diversas pessoas prestigiam a representação cultural do Estado”, disse Romero.
Saiba mais sobre os cantores que irão marcar presença no 8º Salipi:


Renato "Piau" Costa Ferreira é instrumentista, compositor e cantor. No início da década de 70, foi para o Rio de Janeiro a convite do poeta Torquato Neto, com quem iniciou uma parceria. Compôs com Chico Anísio e Arnaud Rodrigues várias canções gravadas pela dupla Baiano e Os Novos Caetanos, com a qual viajou em turnê por todo o país. Na década de 80, começou a acompanhar Luiz Melodia, com quem desenvolveu uma parceria em várias canções, entre elas " Cara a cara" e "Morena da novela", gravadas com sucesso pelo próprio parceiro e ainda "Este filme eu já vi", gravada por Cássia Eller, com quem também trabalhou.



Luiz Melodia é filho do sambista Oswaldo "Melodia", de quem herdou o nome artístico, cresceu no bairro do Estácio, no Rio, ouvindo Ismael Silva, Noel Rosa, Geraldo Pereira, Jorge Ben e Jovem Guarda. Influenciado pelo rock, formou o grupo Os Instantâneos. Mostrou sua música "Pérola Negra" aos compositores Torquato Neto e Waly Salomão, que convenceram Gal Costa a gravá-la em seu disco "Gal a Todo Vapor". Em 1973, lançou seu próprio disco, com o título "Pérola Negra". No final dos anos 90 lançou dois CDs, em que culmina o estilo eclético que mistura bossa nova, rock, samba, pop, funk, baião, jazz.


Fonte: divulgação

Patricia Mellodi nasceu no Piauí e mora no Rio de Janeiro há mais de 15 anos. Na década de 90, fez parte da banda Blitz, a convite do ator e cantor Evandro Mesquita. Compôs a canção "Na beira do mar", em parceria com Carlinhos Brown e teve sua música "Fim de mundo" gravada por Ney Matogrosso no CD "Eu, causa e efeito", de Fênix. Com esse histórico ganhou uma posição de destaque no cenário de novas compositoras brasileiras.


Fonte: divulgação


Por: Isabel Nunes 
e-mail: belseyka@hotmail.com

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário