22 de jun de 2010

Jônatas Culturaliza

Confira entrevista com Jônatas Freitas, um dos mentores do blog Teresina Culturalizando - http://theculturalizando.blogspot.com/, um dos poucos blogs de Teresina que procuram "catar" e reunir num local só informações sobre os eventos culturais locais. 

Amante de Led Zeppelin, U2 e Raul Seixas, nosso personagem, teve sua iniciação musical aos 16 anos quando começou a arranhar os primeiros acordes no violão. Em meio a cifras e letras dos grandes clássicos da musica nacional e internacional, Jônatas Freitas foi emaranhando-se cada vez mais no mundo do rock e da cultura em geral. 

Sua primeira banda fundada com os amigos do colégio, infelizmente, não vingou, mas vontade de fazer algo mais pela cena musical teresinense ainda estava ali. Pensando nisso, o jovem teresinense de 19 anos e alguns amigos colaboradores fundaram, em 2009, o blog ‘Teresina Culturalizando”. Agenda cultural que conta com milhares de acessos semanais e já é referencia para quem busca diversão alternativa em Teresina. O THE music conversou com Jônatas a respeito do projeto e da sua importância para a cidade.



The music: Então Jônatas, como surgiu a idéia do Blog?

Jônatas: Surgiu da falta que eu sentia de uma agenda cultura de qualidade na cidade, eu não via nenhum site que contivesse eventos de rock, MPB ou musicas alternativas, isso não tem espaço nos portais daqui. O projeto inicial era bem maior do que o atual, era pra envolver muitas pessoas mesmo, mas ia ficar um pouco desorganizado, então eu chamei só uns 3 amigos. Eu organizo tudo, coordeno as postagens e eles me ajudam acompanhando o blog e dando dicas.

The music: E não dá trabalho reunir aquela quantidade de informação? Você precisa ir atrás dos organizadores ou eles já vem até o blog?

Jônatas: No inicio, lógico, eu tinha que sair catando, em sites e principalmente no Orkut, mas hoje, alguns eventos já são mandados pra nós via twitter, ou via email quando é coisa do teatro.

The music: E quantos são os acessos semanais?

Jônatas: agora estamos em torno de 1.800, o pico, obviamente, é no final de semana, sexta e sábado, domingo é uma lástima (risos).

The music: Talvez estejam todos de ressaca amaldiçoando o Blog: “droga, eu nem ia sair, mas abri o culturalizando...”

Jônatas: (risos) Você não é o primeiro a me dizer isso...

The music: Mas você estava falando no Twitter, qual a importância dessa ferramenta para o blog?

Jônatas: Nós temos uma conta no “twitterfeed” (algo como “alimenta-twitter”) ela trabalha fazendo com que toda vez que nos postamos algum evento no blog, ele seja, automaticamente, postado no twitter também. Eu fico o tempo inteiro alimentando (o twitterfeed) com links de eventos que já estão muito embaixo na página inicial, isso gera uma espécie de rodízio e aumenta bastante nossa visibilidade.

The music: Cultura está diretamente ligada a música. Como você, na condição de apreciador dos dois, descreveria a cena musical teresinense?

Jônatas:Não está ótima, e talvez não fique num futuro próximo, mas as coisas estão melhorando. Abriram novos lugares, como o The Black Bar (no Mocambinho) e o Canteiro de Obras (no Centro), mas mesmo assim ainda não há tanto espaço para as bandas que estão começando, mas acho que isso pode, e deve mudar, com o tempo, basta mais empenho por parte dos organizadores.

The music: E quais são os planos para o futuro do Teresina Culturalizando?

Jônatas: Ainda não tenho muita certeza, já tivemos várias vezes a idéia de transformar em site, já houve até propostas pra isso mas até hoje não demos uma definição para ela. Mas realmente, se as coisas derem certo, o passo vai ser esse mesmo, assim a gente conseguiria organizar melhor os eventos e a página ficaria mais leve.

The music: Agora pra encerrar, no que você acha que o seu blog está contribuindo para a cena cultural teresinense?

Jônatas: Acho que a minha maior contribuição é dar voz a alguns eventos pequenos, que às vezes passavam despercebidos pra muita gente. Um exemplo é o Canteiro de Obras, no começo muita gente perguntava pelo twitter onde ficava e outras informações básicas, acho que a agenda (cultural) foi muito importante para que o espaço se tornasse mais conhecido. Se a cena tivesse maior divulgação nos grandes meios, o blog não teria razão de existir, mas como isso não ocorre, agora que já nos estabelecemos e temos um número considerável de visitantes, o nosso plano é de tentar crescer mais e mais e tentar divulgar cada vez melhor a cena cultural em Teresina.

Texto: Filipe Poty
Imagens: Arquivo Pessoal

Artigos Relacionados

1 comentários:

Jônatas Freitas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário